Sugestão de Leitura

Patrick Süskind, O Perfume

Torna-se impossível afirmar com segurança que ele estivesse consciente de que na origem de todo este esplendor estava um crime, mas tal facto nada lhe interessava. A imagem da jovem da Rua des Marais, do seu rosto, do seu corpo, apagara-se-lhe por completo da memória. Havia conservado e tornara-se dono do que nela havia de melhor: o princípio do seu perfume.”

Post Author: